Dia do escritor



Olá, pessoal!

Gostaria de dedicar esta postagem a um grande escritor brasileiro, que de forma profunda marcou minha meninice, fazendo daquele que é o  período incrível da infância, uma fase sonhadora: Ganymédes José; autor de clássicos como “Um girassol na janela”, a série “A Inspetora” e “Vivi Pimenta”.

O nome composto, de jeitão diferente, tinha razão de ser. Ao  batizá-lo, os pais tiveram por preferência um nome mitológico, cuja origem vinha de Ganímedes (ganýesthai), um príncipe de Tróia, por quem Zeus se apaixonara perdidamente. Ao sabê-lo, o padre recusou o batismo e foi enfático: “Com nome de pagão eu não batizo! Só se juntarem José!” 

Assim, o nome composto dava a seu portador mais que um destino atrelado aos caprichos de Zeus, seria um dos escritores mais celebrados por jovens leitores nas décadas de 70 e 80.

Profissionalmente, Ganymédes teria seu debute aos 36 anos, chegando a proeza de ter seus livros na lista dos mais lidos (na frente de Monteiro Lobato e os Irmãos Grimm). Em 1979, tornou-se membro honorário da Academia Brasileira de Literatura Infantil e Juvenil, e em 1984 ganharia o Prêmio Jabuti, fazendo de si o mais ilustre cidadão da pequena cidade de Casa Branca (SP).

Talvez adivinhando que sua passagem neste mundo seria breve e saudosa, Ganymedes escreveu uma torrente de livros, contos, e peças infantis. E, embora hoje, não seja tão conhecido, foi responsável por grandes obras que contribuíram para abrir caminho para escritores como Pedro Bandeira, entre outros.

Cresci lendo este autor, e devo muito ao estilo humorado e divertido empregado por ele.

Ao dia do escritor, não poderia deixar de lembrar do grande Ganymédes José Santos de Oliveira.

Conheça um pouco sobre o autor no documentário produzido na cidade de Casa Branca.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Dia do escritor

  1. Pô, me lembrei do final da infância, início de adolescência…
    Ganymedes tb fez uma parceria bacana com Stela Carr.
    Bacana, o post! Parabéns!

  2. Stela Carr é outra figuraça, né? Tem um livro do Ganymedes, “A Inspetora e o caso do desfile”, em que ela “participa” enquanto personagem. É fantástico!

    Obrigado pelo comentário, Libério!

    Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s