Escrevendo O homem que morria demais

De repente pensei numa história absurda. E se existisse um homem que sofresse de catalepsia aguda, e fosse dado como morto quase todos os dias? É este o mote de “O homem que morria demais”, uma história de suspense e humor. Aliás, o título emprestei de “O homem que sabia de mais” (The Man Who Knew Too Much, de 1956), e enquanto me venha um melhor, vai este.

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Escrevendo O homem que morria demais

  1. Nanuka, esta capa é ótima. Poderia dizer que conta metade da historia por si só! Sem dúvida é fruto do seu grande talento como designer, que é tão grande quanto seu talento para escrever. Espero que este projeto vingue da mesma forma que os outros. Aguardo.

  2. Jh, muito obrigado pelo incentivo. Escrever é uma tarefa tão solitária, e muitas vezes, lenta, que saber que existem pessoas bacanas como você, acompanhando e motivando, dá todo o sentido para continuar. Valeu!

  3. Jh, muito obrigado pelo incentivo. Escrever é uma tarefa tão solitária, e muitas vezes, lenta, que saber que existem pessoas bacanas como você, acompanhando e motivando, dá todo o sentido para continuar. Valeu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s